CULTURA ITALIANA
Lago de Como
30.11.2015

O lago de Como proporciona uma das vistas mais bonitas da Lombardia. O cenário é absolutamente deslumbrante: um lago cristalino com muitos tons de azul, rodeado por montanhas e florestas, que abriga dezenas de cidadezinhas, vilas históricas, igrejas centenárias, castelos medievais e casas coloridas. Sem falar na beleza das flores e na infinidade de cores, é indescritível.

O lago de Como é o terceiro maior lago da Itália, depois do lago de Garda e do lago Maggiore. Trata-se de um lago glacial, ou seja, é formado pelas depressões das geleiras derretidas. É um dos lagos mais profundos da Europa, perto de Argegno atinge os 414 metros de profundidade.

 

Piazza Navona
23.11.2015

A Praça Navona é uma das mais célebres praças de Roma localizada no rione Parione. A sua forma assemelha-se à dos antigos estádios da Roma Antiga, seguindo a planificação do Estádio de Domiciano. Albergaria até 20 mil espectadores sentados nas bancadas. A origem do nome deve-se ao nome pomposo que lhe foi dado ao tempo do imperador Domiciano (81-96 d.C.): "Circo Agonístico" (do étimo grego Agonia, que significa precisamente - exercício, luta, combate). Actualmente o nome corresponde à corruptela da forma posterior in agone, depois nagone e finalmente navone, que por mero acaso significa também "grande navio" na língua italiana.

As casas que entretanto e com o passar dos anos foram sendo construídas sobre as bancadas, delimitariam e circunscreveriam até à actualidade o tão afamado Circo Agonístico.

A Navona passou de fato a caracterizar-se como praça nos últimos anos do século XV, quando o mercado da cidade foi transferido do Capitólio para aí. Foi remodelada para um estilo monumental por vontade do papa Inocêncio X, da família Pamphili e é motivo de orgulho da cidade de Roma durante o período barroco.

Sofreu intervenções de Gian Lorenzo Bernini (a famosa Fontana dei Quattro Fiumi,1651) ao centro); de Francesco Borromini e Girolamo Gainaldi (a igreja de Sant'Agnese in Agone); e de Pietro de Cortona, que pintou a galeria no Palácio Pamphilj, sede da embaixada do Brasil na Itália desde 1920.

O mercado tradicional voltou a ser transferido em 1869 para o Campo de' Fiori, embora a praça mantenha também um papel fundamental em servir de palco para espectáculos de teatro e corridas de cavalos. A partir de 1652, em todos os sábados e domingos de agosto, a praça tornava-se num lago para celebrar a própria família Pamphili.

A praça dispõe ainda duas outras fontes esculpidas por Giacomo della Porta - a Fontana di Nettuno (1574), na área norte da praça, e a Fontana del Moro (1576), na área sul.

Na extremidade norte da praça, por debaixo dos edifícios, foram postas a descoberto ruínas antiquíssimas, a uma cota muito abaixo da actual, comprovando a primeva utilização daquele imenso terreiro.

Grande Canal de Veneza
16.11.2015

O Grande Canal é a principal via de circulação da cidade. Os barcos cruzam uns com os outros a todo instante. Corta a maior parte da cidade, passando por vários distritos. Começa na Piazzare Roma e vai em zigue-zague até a Basílica Santa Maria della Salute, próximo à Praça São Marcos. Possui 4 km de extensão, entre 30 e 40 metros de largura e uma profundidade média de cinco metros.

Passear pelo Grande Canal é um dos programas imperdíveis de Veneza, pois ele é totalmente cercado de belos palácios medievais. Esse programa deve ser feito de dia e à noite, quando a iluminação dos palácios criam uma atmosfera especial.

As pontes sobre o Grande Canal são um espetáculo a parte. São quatro pontes que permitem a passagem entre os dois lados de Veneza: A Ponte da Academia, a Ponte de Rialto (a mais famosa e bonita), a Ponte dos Descalços e a Ponte Constituição (a mais nova), projetada pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava.

Outra maneira de circular pelo Grande Canal é de gôndola, a embarcação que é a cara de Veneza. É caro, mas os turistas adoram, os preços podem variar de 80 a 100 Euros. À noite é mais caro. No passado, antes dos barcos a motor, era a embarcação mais utilizada para o transporte de pessoas e cargas através dos canais.

Hoje virou símbolo de romantismo. Existem cerca de 400 gondoleiros em Veneza. Passeando com os turistas eles costumam cantar trechos de operas para diversão dos casais.

 

Santa Maria del Fiore
09.11.2015

A Catedral de Santa Maria del Fiore é o "Duomo" de Florença, Itália, e está localizada na praça homônima.

Era já em 1971 a quinta igreja da Europa em grandeza, depois da Basílica de São Pedro, da Catedral de São Paulo, da Catedral de Sevilha e da Catedral de Milão. Possui 153 metros de comprimento e 90 metros de largura no transepto, enquanto o tambor da cúpula possui 54 metros.

A construção iniciou-se em 1296 com projeto de Arnolfo di Cambio sobre as fundações da antiga Catedral de Santa Reparada. Após a morte de Arnolfo, passou pela supervisão de Giotto di Bondone, depois por Francesco Talenti e teve sua cúpula construída por Filippo Brunelleschi. Ao fim das obras da cúpula em 1436, a catedral foi consagrada pelo papa Eugênio IV.

É a catedral da arquidiocese de Florença e pode acomodar até trinta mil pessoas.

Arco de Constantino
02.11.2015

Os Arcos do Triunfo foram uma espécie de monumento introduzida pelos romanos. Cada arco simboliza a vitória numa batalha, durante o reinado de um imperador, constituindo-se assim como memória dessa batalha e desse imperador, embora muitos desses arcos já tivessem desaparecido.
O estilo Neoclássico usou-os como modelos em novos monumentos, mas noutros contextos que não o original.
Em Roma, há três Arcos do Triunfo que convém conhecer: o Arco de Constantino; o Arco de Tito; e o Arco de Septímio Severo.

O Arco de Constantino situa-se na cidade de Roma, a pouca distância do Coliseu. Foi construído em estilo corintiano, em homenagem à vitória de Constantino sobre Massêncio, na batalha de Ponte Mílvia, em 312 d. C., batalha que terminou vinte anos de confrontos e unificou o poder de Roma.
É interessante notar que nos elementos decorativos são poucos os que recordam Constantino. Há, sim, relevos que mostram o Imperador Marco Aurélio e ornamentos que comemoram a Vitória de Trajano sobre os Dácios. Tal sucede porque os artistas desta época aproveitavam ornamentos e estátuas de outros monumentos antigos.
O Arco de Constantino está decorado nas frentes Norte e Sul. Tem cinco medalhões com o diâmetro de dois metros e estátuas de oito prisioneiros da Dácia que foram retiradas do Forum Trajano.

 

29/12
Neive - Região de Piemonte


13/12
Villaggio di Natale de Montepulciano


06/12
Colletta di Castelbianco


02/12
Alberobello - terra das Trulli


22/11
Castelsardo


08/11
Cidade de Atrani: Presépio sobre o mar


01/11
Costumes italianos - post 02/02


25/10
Costumes italianos - post 01/02


18/10
10 paixões dos Italianos - post 02/02


11/10
10 paixões dos Italiano - post 01/02


12/09
curiosidades sobre a Itália - parte 03


05/09
Curiosidades sobre a Itália - parte 02


29/08
Curiosidades sobre a Itália - parte 01


22/08
Ancona - parte 02


16/08
Ancona - parte 01


08/08
Basilicata


01/08
Abruzzo


25/07
Piemonte     


18/07
Lombardia


11/07
Campania


04/07
Região da Ligúria     


27/06
Calábria


20/06
Lázio


13/06
E m i l i a - R o m a n a


06/06
Cortona


02/06
Sicilia


23/05
Catedral de Milão


16/05
História de Veneza


09/05
O Carnaval de Veneza - o uso de máscaras de carnaval com as idades da história e tradições


02/05
Herança dos Imigrantes


25/04
Fashion Show de Florença


18/04
Tellaro


11/04
Cidade Estrela


04/04
Galleria Vittorio Emanuele II


29/03
Gnocchi da Fortuna


28/03
Mântua é eleita capital Italiana da cultura de 2016


18/03
Tarantella: A dança típica do Sul da Itália


14/03
CASA DI GIULIETTA


07/03
Basílica de São Marcos


29/02
Basílica de São Pedro


22/02
Piazza del Campo


15/02
Costa Amalfitana


01/02
Fórum Romano


25/01
Vaticano


18/01
Lucca, cidade murada na Toscana


11/01
Curiosidades sobre a Italia


21/12
Natal na Itália


14/12
Por que a Torre de Pisa é inclinada?


07/12
Palatino


30/11
Lago de Como


23/11
Piazza Navona


16/11
Grande Canal de Veneza


09/11
Santa Maria del Fiore


02/11
Arco de Constantino


26/10
Coliseu


19/10
Pantheon


12/10
Castelo Sant’ Angelo


05/10
Fontana di Trevi


29/09
a paixão dos italianos por carros


21/09
Fiera di Primiero


14/09
Belluno


07/09
Bellagio


31/08
Bassano del Grappa


17/08
Bolzano


10/08
Cortina d’Ampezzo


03/08
Marostica


29/07
Itália - região norte - Emilia - Romana


20/07
Lamon, região do Vêneto, Província de Beluno (Região Norte da Itália)


13/07
As Regiões da Italia


06/07
Festival de Ópera Arena de Verona


30/06
O Cúpido e a Psiquê - Escultura de Antonio Canova - artista Italiano


26/06
música


15/06
Capela Sistina, onde Michelangelo colocou seu talento e coração


20/05
Montalcino


06/05
os 5 museus mais visitados da Itália


25/04
A cidade de Liguria, conhece?


05/04
Páscoa na Itália


23/03
Curiosidades sobre a Itália


16/03
Pietà


09/03
“A simplicidade é a máxima perfeição”


24/02
Renascimento - Trecentismo


18/02
Renascimento


10/02
Confete de Carnaval


03/02
Carnaval de Veneza


11/12
A lambreta italiana


11/12
As ruas de Florença


Janeiro 2016
Fevereiro 2015
Fevereiro 2016
Março 2015
Março 2016
Abril 2015
Abril 2016
Maio 2015
Maio 2016
Junho 2015
Junho 2016
Julho 2015
Julho 2016
2015
2016
2015
2016
Outubro 2015
Outubro 2016
Novembro 2015
Novembro 2016
Dezembro 2014
Dezembro 2015
Dezembro 2016
Rua Padre Almeida, nº 735 – Cambuí  |  Campinas – SP  |  Artesanalli Massas e Molhos: 19 3255.5392
Rua Padre Almeida, nº 735 – Cambuí
Campinas – SP
Artesanalli Massas e Molhos: 19 3255.5392