PASSEIO GASTRONOMICO
Temperos
27.07.2015

A cozinha italiana vai muito além das pizzas e massas que a fazem famosa, sua culinária é rica em aproveitar os têmperos e casá-los com os seus pratos, aproveitando tudo que a natureza nos oferece.

Terra das dezenas de tipos de massas, sempre acompanhadas de um bom vinho, a Itália coleciona receitas extremamente difundidas do mundo inteiro. A tradição italiana de reunir a família e fazer das refeições grandes eventos, tornou comuns frases como cozinha da mamma, receita da nonna.

A partir da próxima semana falaremos de cada tempero usado na culinária italiana, alguns velhos conhecidos outros nem tanto.

 

A Origem do risoto
22.07.2015

O RISOTO está em alta na Gastronomia há algum tempo, e atualmente é um sucesso e quase uma unanimidade. Ele pode ser servido como entrada ou prato principal, acompanhando um bom vinho de preferencia.

O Risoto que significa “pequeno arroz” é um prato italiano que surgiu no norte do país da velha bota, mais precisamente na região da Lombardia. É difícil de acreditar que mesmo na maneira que nasceu esse prato, ele possui uma alta aceitação hoje.

Segundo alguns historiadores, o Risoto nasceu no século XI, quando os sarracenos (forma com que os  cristão do Medievo designavam os árabes ou os muçulmanos), que dominavam até então o norte da Itália, trouxeram o grão usado para fazer o Risoto.

A receita original que hoje encanta a varias pessoas, só foi criada em 1574 em uma festa de casamento. Segundo acervos históricos, o criador do Risoto foi o Valério di Fiandra (responsável pela criação dos vitrais da Catedral de Milão), que além de ser conhecido pelas suas obras de artes, se destacava na gastronomia italiana com seus ótimos gostos.

Quando sua filha resolveu se casar, Fiandra ofereceu um jantar aos convidados fazendo um dos seus principais pratos, o Risoto. Durante a preparação, Fiandra deixou cair acidentalmente na panela uma quantidade de açafrão, que segundo a lenda foi uma demonstração de ciúmes pelo casamento de sua filha.  Após o jantar, o “acidente” na cozinha teve uma ótima aceitação e recebeu vários elogios. Nascia naquele momento o Risoto alla Milanese (Risoto a milanesa).

Os Tipos de Café Italiano (continuação)
15.07.2015

Macchiato
É um expresso com um uma pequena quantidade de leite quente ou frio ou um pouco de chantilly. Na prática, o leite apenas dá uma maquiada.

Freddo
É um café expresso com gelo e açúcar. Normalmente, os produtos são misturados numa coqueteleira.

Americano
É um expresso com água quente. Como se o expresso original fosse diluído em água. Tem no máximo 80 ml de quantidade.

Cappuccino
Tem 25 ml de café expresso. Mistura-se 1/3 de leite quente com a temperatura máxima de 70 graus. E 1/3 de leite espumante na parte superior.

Marocchino
É um cappuccino com um pouco de pó de chocolate em cima.

Tipos de Café Italiano
08.07.2015

Espresso ou Normale
É o tradicional café expresso feito na máquina exclusiva para este preparo. É servido em quantidade máxima entre 20 a 25 ml.

Ristretto
É um café expresso em menor quantidade e mais concentrado. Sempre vem em quantidade menor de 25 ml.

Doppio
São produzidos dois cafés expressos separados, que posteriormente são servidos na mesma taça, com a quantidade total de 50 ml. Ou seja, são dois expressos com a consistência de um.

Lungo
É um café expresso um pouco maior que o tradicional, com 30 a 35 ml. Por isso, ele é um pouco mais fraco que o tradicional, menos consistente.

Corretto
É um expresso com uma pequena quantidade de licor.

Os tipos de café italiano
02.07.2015

O italiano, admirador de um bom café, sabe como prepara-lo e apreciá-lo. A bebida foi introduzida na Itália em 1570, e aperfeiçoaram o método a ponto de prepararem um dos melhores cafés do mundo. Além da qualidade, a variedade é outro ponto forte que agrada os paladares mais exigentes. Os tipos mais consumidos são o macchiato, o café latte, o mocaccino e o café americano. O destaque em popularidade é sem dúvida o expresso, o super concentrado com uma fina espuma cremosa. Na Itália, é servido em pequenas doses, na medida ideal para matar a vontade.
 

29/06
Parma


22/06
História do Fettuccine


15/06
A história do Camarão


09/06
Risoto - o 'acidente'culinário.


02/06
Cogumelos


23/05
Queijo Mascarpone


18/05
Badejo -


11/05
Creme di Palmito


04/05
Antepasto de beringela


28/04
Arroz de Risotto


20/04
Pudim de claras


13/04
Pappa a pomodoro


06/04
Mercado de Florença


30/03
Gnocchi da Fortuna


22/03
Tipos de Tomate


15/03
Carpaccio - antepasso de sucesso


09/03
Crostini - Delicia da Toscana


03/02
Gastronomia levada a sério


24/02
Hábitos à mesa


17/02
História da Gastronomia Italiana


10/02
Queijo Robiola Piemonte


03/02
Queijo Asiago


27/01
Provolone


20/01
Mozzarella di Bufala


13/01
Queijo Parmigiano Reggiano


06/01
Queijo Fontina d’Aosta


23/12
Struffuli, um doce típico da tradição napolitana.


16/12
Queijo Taleggio


09/12
Queijo Pecorino Toscano


02/12
Queijo Gorgonzola


25/11
Queijos Italianos


18/11
Tiramisú


11/11
Pan D’oro: uma tradição natalina


04/11
Torta Co Bischeri


28/10
Panna Cotta


21/10
Brioche alla crema


14/10
Cannolo Siciliano


07/10
As delícias da Itália: doces!


30/09
é época de alcachofras


23/09
Temperos


16/09
Temperos


09/09
Temperos


02/09
Temperos


26/08
Temperos


19/08
Temperos


12/08
Temperos


05/08
Temperos


27/07
Temperos


22/07
A Origem do risoto


15/07
Os Tipos de Café Italiano (continuação)


08/07
Tipos de Café Italiano


02/07
Os tipos de café italiano


23/06
Farfalle


15/06
Fusilli e ravioli


10/06
continuando sobre molhos / Talharim e Penne


01/06
molho que combina com cada tipo de massa


20/05
Comida típica de cada região da Itália


13/05
passeio gastronômico por Milão


04/05
Passeio Gastronômico por Veneza


09/04
biscoito: Regina da Sicília


01/04
mais sobre biscoitos Italianos


30/03
Os Biscoitos italianos


25/03
O doce sabor que vem da Toscana.


14/03
Brusquetta


10/03
Massas Curtas


02/03
Massas Longas


25/02
Tipos de Massas Italianas


19/02
Gnocchi


09/02
Risotto


02/02
Tiramisu


Janeiro 2016
Fevereiro 2015
Fevereiro 2016
Março 2015
Março 2016
Abril 2015
Abril 2016
Maio 2015
Maio 2016
Junho 2015
Junho 2016
Julho 2015
2015
2015
Outubro 2015
Novembro 2015
Dezembro 2015
Rua Padre Almeida, nº 735 – Cambuí  |  Campinas – SP  |  Artesanalli Massas e Molhos: 19 3255.5392
Rua Padre Almeida, nº 735 – Cambuí
Campinas – SP
Artesanalli Massas e Molhos: 19 3255.5392